quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O grãozinho de areia - Literatura de cordel.

O grãozinho de areias, em cordel.

Autoria: Fernando Paixão.
Ilustração: Mirella Spinelli.





O livro conta a história de um grãozinho de areia, que tinha muita vontade de sair do lugar onde ele morava. Ele tinha espírito de aventureiro, que sair de lá, conhecer novos lugares, lindas paisagens e novas coisas.
Ele sempre falava com os outros grãozinhos que tinha vontade de sair viajar, mas todos diziam que era bobagem, que não tinha o porque dele sair de onde ele estava. Mas mesmo assim o grãozinho de areia não desistiu ...
O grãozinho estava disposto a sair mundo a fora, para conhecer novos lugares, um dia porém acontece algo que o grãozinho não esperava, mas fez com que ele concretizasse seu sonho. Um dia como qualquer outro, onde o grãozinho de areia ficava deu um vento muito forte, todos os outros grãozinhos se seguraram entre eles, mas o grãozinho, deixou-se levar pelo forte vento, já que queria conhecer outros lugares.
O grãozinho com a ajuda do vento conheceu lindas florestas, grandes cachoeiras e foi para no fundo mar, lá ele caiu dentro de uma ostra e virou uma linda pérola, que serviu para fazer lindas joias.





O que é literatura em cordel?
É uma literatura de caráter popular, no qual se trata de versos que rimam e que os versos impressos em papéis eram amarrados ou pendurados em cordas na lojas ou até mesmo nas ruas. Essa literatura surgiu aqui no Brasil, lá no nordeste, mas tem origem de portugual, com os trovadores.




Fotos de alguns trechos do livro:

 



O que eu achei do livro:
O livro é muito lindo, as ilustrações, os versos, a história, tudo. Ao terminar de lê-lo nao levei em conta que é um livro infantil, então levei a história pra minha vida. O fato do grão querer seguir seu sonho, não ligar para o que os outros grãos falava pra ele e assim conseguir realizar seu sonho (sair do lugar onde ele estava, para poder conhecer outros lugares), meio que faz com que nos tornamos mais otimista em relação a nossa vida, em tudo, nas coisas que fazemos no dia-a-dia. 
Não só pelo livro abordar um pouco sobre otimismo, mas achei o livro muito bom, porque é em cordel e acho que nem todo mundo conhece. O livro como uma forma simples é muito legal, interessante e indico não só para as crianças, mas como para jovens e adultos.





Espero que tenham gostado :)
Para saber mais:

Um comentário:

  1. O cordel parece ser muito bom. Mas, se faz necessário rever o conceito sobre literatura de cordel. Recomento a leitura do livro Apontamentos para uma história crítica do cordel brasileiro, escrito pelo Dr. em literatura, Aderaldo Luciano.

    https://www.facebook.com/aderaldo.luciano?fref=ts

    ResponderExcluir